Erros comuns que você não deve cometer em sua gestão

Erros comuns que você não deve cometer em sua gestão

Os erros de gestão mais comuns acontecem, justamente quando não damos a devida atenção a setores comuns do nosso negócio. Quando deixamos de dar a devida gerência para as áreas que são vitais para o nosso negócio, acabamos por deixar que os pequenos erros do dia a dia se acumulem e causem um erro gigante ao final de cada período.

A gestão de um negócio sempre deve ser feita a partir de um ponto de vista sistêmico, onde todas as áreas são importantes e vistas como vitais para a saúde geral do negócio. Em função disso, os erros que cometemos em qualquer área, acabam afetando todas as outras áreas, uma vez que todas elas estão interligadas.

Para evitar cometer esses erros, precisamos nos certificar de conhecer cada ponto fraco do nosso negócio e, também, ter a noção de que muitos erros podem acontecer por a gente não dar a cada setor a importância que ele tem.

Erros de gestão: porque é necessário estar atento?

Os erros de gestão mais comuns costumam ser como um veneno tomado em gotas. Na maioria das vezes, são erros tão simples que, por não serem notados acabam virando uma bola de neve.

Inseridos na gestão de cada setor no nosso dia a dia, pequenos erros vão passando despercebidos. No final das contas, quando notamos, o resultado pode ser irreversível.

Por isso, devemos estar atentos, não só aos grandes erros, que logo são notados mas, também, nos pequenos erros que passam despercebidos no cotidiano. São eles que, no final de cada período podem causar mais danos ao seu negócio. 

Quais os erros de gestão mais cometidos?

Os erros de gestão mais comuns, como dissemos acima, estão ligados à gestão do dia a dia, em áreas que muitas vezes tratamos com uma administração simplificada e sem complicações.

Como achamos estas gestões algo simples de se fazer, acabamos por negligenciar certas partes dessas gestões. Vamos entender.

1. Não fazer o controle de estoque

O controle de estoque é, talvez, a gestão mais importante de um negócio, junto com a gestão do fluxo de caixa. A rotatividade de produtos dentro de uma empresa deve ser gerenciada com atenção porque disso depende toda a saúde do negócio. Quando o empresário comete o erro de não cuidar do seu controle de estoque, corre o risco de ficar sem produtos na hora que o cliente mais precisa deles, perdendo a fidelidade desse cliente. Corre o risco de ter de encomendar novas mercadorias com urgência, pagando mais caro, entre vários outros erros que podem derivar do simples fato de não se fazer  com atenção a gestão desse setor.

2. Não cuidar do fluxo de caixa

O Fluxo de Caixa diz respeito à gestão financeira do seu negócio. Caso o empresário não cuide com atenção do fluxo de caixa, as entradas e saídas dos recursos financeiros podem ficar fora de controle, levando a perda de dinheiro, impossibilidade de se poupar, e impossibilidade de se manter uma organização condizente com o sucesso do negócio.

3. Não fazer o planejamento financeiro

O planejamento financeiro de uma empresa é a certeza de que o negócio está preparado para o futuro. Sem planejar adequadamente essa área, há perdas de dinheiro, ineficiência na gestão de recursos, investimentos que não são corretos, e muito mais. Como tudo na vida precisa de uma estratégia correta, não seria diferente com uma área tão importante, não é?

4. Não fazer um planejamento estratégico

Você já entendeu que o planejamento é a parte principal quando se trata de não cometer erros de gestão, não é? Aprender a fazer o planejamento estratégico, tanto das suas ações a curto prazo quanto para as ações a longo prazo da sua empresa é vital. É com esse tipo de planejamento que você vai definir a execução perfeita das suas estratégias e, vai definir os pontos que deseja que a sua empresa alcance no futuro.

5. Não fazer um plano de negócios

O plano de negócios é como um mapa que a empresa deve seguir para chegar ao sucesso desejado. Geralmente, esse plano é feito antes da abertura do negócio, uma vez que é a partir dele que os caminhos a se seguir depois da abertura das portas da empresa partem. Ainda assim, muitos empresários acabam cometendo o erro de não criar um plano de negócios completo para a empresa. Como esse plano é extremamente importante, sempre é tempo de se criar um plano do tipo.

6. Não ter um plano de marketing

Na mesma linha do plano de negócios, um grande erro de gestão que muitos empresários acabam cometendo é não dar a devida atenção à criação de um plano de marketing. Um plano de marketing vai nortear toda a comunicação da sua empresa e não ter  uma estratégia definida nesse sentido é um tiro no pé. A propaganda e a comunicação do seu negócio são fatores importantes na hora de definir como o seu público vai ver a sua empresa. E você quer ter o controle sobre isso, não é?

7. Não ter um plano de contas

O plano de contas também é um planejamento essencial para a sua empresa. Como dissemos no começo deste artigo, cuidar dos as entradas e saídas de dinheiro da  empresa é cuidar da sustentabilidade dele. Para garantir a sobrevivência de qualquer empreendimento, é necessário se saber sobre o pagamento das contas do negócio e dos compromissos a serem cumpridos. Aí é que entra o plano de contas, que ajuda você a ter este controle bem feito.

8. Não investir em gestão de pessoas

Talvez, a tarefa mais difícil dentro de qualquer tipo de empresa é fazer a gestão de pessoas. Ninguém é igual a ninguém e, lidar com estas nuances pode se tornar um desafio. Por isso, investir em treinamento para sua liderança e em treinamentos para a própria equipe, é o melhor que você pode fazer para o seu negócio. É a responsabilidade de um bom líder criar uma boa relação entre a equipe e as suas responsabilidades dentro da empresa e ignorar isso é um grande erro de gestão.

9. Não contratar um contador

Fazer a gestão financeira e tributária da sua empresa de modo amador é, talvez, o maior erro de gestão que  se pode cometer. Quando falamos das finanças de uma empresa estamos falando do seu sangue, daquilo que mantém as portas do negócio abertas e o salário dos colaboradores em dia. Essa gestão, pelo grau de importância que tem, deve ser sempre feita por um contador ou contabilista, uma vez que, são esses os profissionais que estão gabaritados para lidar com responsabilidade sobre esses assuntos.

Enfim, a experiência vem com os acertos e os erros. É assim que se cresce. Você, por certo, deve ter aprendido bastante com a matéria, então continue acompanhando nosso conteúdo.

 

Você também pode gostar de ver